Pes Pequenos.JPG

Cultivo

O café é uma planta de cultura perene, ou seja, uma vez plantado a colheita é realizada durante vários anos e não há necessidade de replantar o pé de café. Para manter a produção ao longo dos anos é preciso sempre estar atento a pragas, PH e nutrientes do solo, assim como uma série de outros fatores.

Florada

A florada do café dá início a mais um período de safra e colheita, pois é ela que origina o fruto do café. É uma fase em que o pé de café fica maravilhoso, repleto de flores e insetos polinizadores.

IMG_9880.JPG
2010-06-20 05.56.45.jpg

Colheita

A colheita geralmente ocorre de maio a setembro e devido à mesma plantação de café ter mais de uma florada, existem frutos em diversas fases de maturação em um mesmo talhão (chumbinho, verde, cereja e passa). O ideal é colher o café quando a maior parte dos frutos estiver na fase cereja, o que ocorre por volta de 7 meses após a floração.

Secagem

Nesta etapa, o café colhido passa por uma lavagem em água, desagregando assim impurezas dos frutos e também separando frutos cereja e verdes dos passas. Na sequência, o café é transferido para terreiros onde fica secando por volta de duas semanas, até atingir a umidade ideal (que gira em torno de 10%). 

IMG_0448.JPG
thumb_IMG_2133_1024.jpg

Beneficiamento, Classificação e Torra

Após o término da secagem, o café fica por volta de 2 meses em descanso. Ao final deste período é realizado o beneficiamento e a classificação do mesmo. O beneficiamento se resume em retirar a casca dos grãos, enquanto a classificação consiste em separar os grãos por tamanho, que se tratam dos tipos de peneira. O padrão 16 acima, por exemplo, é a peneira utilizada em nosso café expresso. Além dessa classificação, também é realizada uma triagem por cor dos grãos, em que retiramos os PVA (preto, verde e ardido), que são aqueles que conferem um sabor ruim à bebida. Por fim, é realizada a torra do café, que é embalado em grãos ou moído.